Vinho
Indicar para um amigo

Paris Goulart 2005 (Finca Lugilde Goulart)

País: Argentina (Lunlunta e Lujan de Cuyo – Mendoza)
Safra: 2005
Tipo: Tinto (60% Malbec e 40% Cabernet Sauvignon)
Álcool: 13,50%
Temperatura de consumo: 16°C a 18°C
Preço: R$ 48,00

 
ApresentaçãoAnálise TécnicaNossa AnáliseHarmonizaçãoOnde encontrar
Apresentação

O Paris Goulart 2005 é um vinho de boutique com produção de apenas 33 mil garrafas por safra, as quais se prima pela qualidade. Apesar de ser elaborado em Mendoza, Argentina, as técnicas utilizadas nas vinhas e na vinificação deste exemplar são do Velho Mundo, conforme explicou a proprietária da Finca Lugilde Goulart, Érika Goulart, atualmente a única brasileira produtora de vinhos na Argentina.

Ela conta em sua bodega com a assessoria dos irmãos Pablo e Hector Durigutti, da escola italiana de Toscana, além do engenheiro agrônomo Mauricio Pérez Parody.

“Cultuamos o vinho em nossa vinícola sempre com a expectativa da próxima safra ser melhor do que anterior, a partir dos mesmos conceitos de produção dos grandes châteaux”, explica Érika, ressaltando ainda que o Paris Goulart é de alta gama, ou elaborado a partir de uvas selecionas, no caso da Malbec, nascidas de 10 hectares de vinhedos plantados em 1915 (Lunlunta), e, em relação à cepa Cabernet Sauvignon, de cinco hectares de vinhedos (Lujan de Cuyo), de 30 anos de idade.

Segundo a produtora, cada quilo de uva corresponde a 500 ml de Paris Goulart, portanto um vinho concentrado que fermenta em cubas de aço inox e amadurece em barricas de carvalho francês, sendo 30% de primeiro uso, por oito meses.

“O Paris Goulart é nosso símbolo, o vinho mais consumido e a primeira obra elaborada pela vinícola, em 2002”, diz a proprietária, que, além de ser a única produtora brasileira em terras argentinas, é neta do Marechal Gastão Goulart, um dos heróis da Revolução Constitucionalista de 1932.

Em 1998, Érika encontrou escrituras de áreas agrícolas de Lujan de Cuyo em nome do avô, assim retomou a propriedade e entrou no ramo de cultivo de uvas, até resolver produzir seus próprios vinhos, como este exemplar indicado para acompanhar carnes vermelhas e ser consumido entre 16°C e 18°C de temperatura.

Ela, que atualmente mora em Buenos Aires, esteve em São Paulo apresentando o Paris Goulart 2005 em noite de degustação organizada pela World Wine em parceria com o restaurante Capim Santo, em setembro de 2007.

Análise Técnica

A equipe MundoVinho presente à noite de degustação dos vinhos da Finca Lugilde Goulart, no restaurante Capim Santo, em São Paulo, em setembro de 2007, entrevistou a sommelière da World Wine, Mirella Fantinel, para esta Análise Técnica do Paris Goulart 2005.

Mirella acredita ser o Paris Goulart 2005 um excelente rótulo a ser aberto em momentos em que se pretende degustar um bom vinho durante refeições descompromissadas em família, por exemplo.

A sugestão da especialista foi justificada pelo fato deste vinho pedir uma comida, por conta de sua concentração, contudo, o médio corpo e os taninos macios observados na boca, o fazem não ser tão potente a ponto de escoltar refeições mais sofisticadas.

Sua cor rubi intensa, de acordo com Mirella, é fruto da presença da uva Cabernet Sauvignon no corte, bem como os reflexos violáceos influência da Malbec. Em relação aos aromas, a sommelière destacou os de frutas vermelhas maduras como cereja e framboesa, além de um toque de madeira e baunilha em função do envelhecimento em barricas de carvalho francês.

Ela ainda apontou a sensação de frescor provocada pelo vinho, nada que  comprometa seu equilíbrio, bem como a persistência de média para longa deste Paris Goulart 2005. “Trata-se de um vinho com excelente relação qualidade e preço, ideal para acompanhar as refeições do dia-a-dia”, afirma Mirella.

Nossa Análise

O Paris Goulart 2005 é um vinho fácil de se beber e gostoso de se apreciar, com ótima relação entre qualidade e preço.

Ele só não é mais fácil porque se trata de um vinho concentrado com algum tanino (substância adstringente que amarra lábios e gengivas) perceptível na boca, leve e passageiro, mas suficiente para o pedido de uma comida capaz de anular essa pequena adstringência, que não compromete a qualidade da bebida.

Na boca, ainda se apresenta um vinho refrescante, que provoca salivação debaixo da língua, após revelar sabores de frutas vermelhas e algo de baunilha, em função do estágio em barricas de carvalho.

Em relação aos aromas, o Paris Goulart se mostrou um vinho complexo (variedade de bouquet), no qual é notado primeiramente o frutado intenso e, em seguida, o perfume de baunilha. Sua cor é bem escura, em decorrência da concentração, com reflexos violáceos.

É de boa persistência no paladar e no olfato, e indicado para refeições do dia-a-dia, descompromissadas, cujos pratos sejam de carnes vermelhas grelhadas ou assadas acompanhadas de uma massa com molho de tomate, por exemplo.

Por recomendação do produtor, deve ser servido entre 16ºC e 18ºC de temperatura.

Harmonização

Carnes vermelhas grelhadas ou assadas
Queijos de média maturação
Filé com massa ao molho de tomates

Onde Encontrar

World Wine
(11) 3383-7477 (São Paulo)
www.worldwine.com.br

Copyright® 2014 MundoVinho®. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
de qualquer texto sem prévia autorização por escrito de MundoVinho®.
Desenvolvimento MadeinWeb Internet Solutions